Tag Archives: The Beatles

Música nova dos Beach Boys

26 abr

Os Beach Boys lançaram uma música nova, fato que não acontecia há 20 anos. A música é a primeira do novo disco de inéditas dos velhinhos da Califórnia que vai sair em breve. Os sobreviventes do grupo se reuniram pra gravar o disco novo e para uma turnê comemorativa dos 50 anos da banda. É claro que não dá pra cobrar deles o experimentalismo e a ousadia de “Pet Sounds” ou “Smile” eles parecem vir mais naquela fase inicial de “surf, garotas e músicas pop inofensivas”. Mas as harmonias vocais complexas (que deixavam os beatles cheios de inveja) estão lá e depois de tudo que eles passaram (principalmente Brian Wilson, o líder musical da banda) é legal ver os coroas tocando juntos e gravando músicas novas.

 

Losermanos ?

19 dez

Para tristeza de alguns e alegria de muitos (inclusive a minha) os Los Hermanos voltam a se reunir para uma turnê pelo Brasil. Desde que resolveram dar “uma parada por tempo indeterminado” essa é a terceira vez que eles se encontram, dessa vez com a missão de tocar para platéias de fora do eixo Rio-Sp que ficaram de fora dos outros encontros. O Los Hermanos é daquelas bandas que se enquadram na situação de ame-os ou odeie-os, não tem meio termo. Mas mesmo quem acha as suas músicas chatas e a sua postura difícil tem que reconhecer alguns méritos dos barbudos. Pra começar quem já viu algum show deles não tem como não ter se impressionado com a devoção dos fãs, que conhecem e cantam todas as músicas (eu disse todas as músicas) do início ao fim. É claro que todas as bandas tem seus fãs de carteirinha e quando a banda tem muitos hits na manga ela leva a galera no embalo, faz shows em estádios lotados, mas aquele coro bonito e ensandecido da platéia só acontece com as músicas que tocaram em rádio, tiveram clipes, etc.  O mérito dos Hermanos (que no brasil eu só vejo paralelo na Legião) é que com eles não tem essa história de hit ou música de trabalho, a platéia conhecem os discos inteiros e a sensação que se tem é a de estar num evento de fã clube.

 Outro mérito deles pra mim é que o Los Hermanso é (ou foi) uma banda que nunca se acomodou. Depois de um mega hit nacional (Ana Julia) eles viram que poderiam ir além , que tinham capacidade pra evoluir. Como os Beatles e o Radiohead eles não se prenderam a fórmulas nem a página 2 do livro de harmonia. Ousaram nas melodias, na sonoridade e colheram os frutos com fãs devotados e o reconhecimento da crítica. Resolveram parar no auge e se aventuraram por trabalhos solos e paralelos infinitamente inferiores ao Los Hermanos e agora só se reunem pra matar as saudades (e reforçar o caixa é claro) e assim conseguem manter o legado de uma das bandas mais originais da história da música brasileira.

O Disco Perdido Dos Beach Boys

31 ago

 

Em 1966 os Beach Boys lançaram ‘Pet Sounds’, o disco que segundo o próprio Paul McCartney, inspirou os Beatles a fazerem ‘Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band’. Hoje em dia esse disco é considerado a obra prima dos Beach Boys mas na época foi um fracasso com a banda se afastando da temática ‘praia-surf-garotas’ e do seu público. O líder, Brian Wilson, já não excursionava mais com a banda e concebeu o disco sozinho com os Beach Boys colocando apenas os vocais.
Em 1967 quando começaram as gravações do disco seguinte (Smile), o clima era tenso. A banda estava magoada com Brian que se sentia pressionado pelos companheiros, pela gravadora e pela “competição” com os Beatles, e tomava doses cavalares de LSD enquanto tentava reproduzir os sons inusitados que tinha na cabeça. No meio das gravações Brian teve um surto esquizofrênico (reza a lenda que depois de ouvir ‘Sgt. Peppers’) que o levou a ficar anos em uma cama. Os Beach Boys restantes regravaram então algumas das músicas com arranjos mais simples e lançaram o disco com o nome de ‘Smiley Smile’.
Em 2004 Brian Wilson, já recuperado, lança um disco ao vivo com as canções de Smile (Brian Wilson Presents Smile). Agora ele se juntou aos Beach Boys sobreviventes para finalizar o disco perdido com o nome de “The Smile Sessions”. Eles trabalharam em cima das gravações originais e o disco está programado para sair em novembro.