Tag Archives: Bob Marley

Happy Birthday Eric

30 mar

E lá se vão quase 50 anos que os muros de Londres amanheceram pichados com a frase “Clapton is God’ em referência ao maior guitarrista da ‘Swinging London’ Eric Clapton. Na época ele tinha saído do Yardbirds que caminhavam para uma música mais pop, influênciados pelo sucesso dos Beatles, e traiam (na opinião de Eric) o verdadeiro Blues. Depois de uma passagem pelo John Mayal’s Heartbreakers, ele fundou o primeiro power trio da história do rock, o Cream com os amigos Jack Bruce e Ginger Baker. Essa pra mim é a melhor fase da obra do aniversariante de hoje. Depois do Cream ele passou por diversas fases na carreira (com duplo sentido), algumas muito boas como o Derek and The Dominos em 1970, onde junto com Duane Allman (do Allman Brothers) Eric cantou o amor pela mulher do melhor amigo (George Harrison) no disco ‘Layla and Others Assorted Love Songs’ e em outro ‘supergrupo’ ainda nos anos 60 com Steve Winwood e de novo com Ginger Baker, o Blind Faith. Em 1974 quando regravou o clássico de Bob Marley ‘I Shot The Sheriff’ no bom disco ‘461 Ocean Boulevard’, ajudando a popularizar o som do rei do reggae.

Mas Clapton também lançou trabalhos constrangedores como os discos produzidos nos anos 80 por Phil Collins e nos anos 90 por Babyface. Ainda nos anos 90 conseguiu o seu maior sucesso comercial com a xarope ‘Tears in Heaven’ em homenagem ao filho morto. Desde os anos 00 ele tem se dedicado `a albuns revisionistas de Blues e  Jazz e/ou divididos com ídolos e amigos como BB King, JJ Cale, Steve Winwood e Wynton Marsalis. No entanto entre altos e baixos ninguém pode negar a sua qualidade, originalidade e importância como guitarrista, é por isso que pra muita gente ele ainda é Deus. Será?

Positive Vibrations

6 fev

Bob Marley faria 67 anos hoje se ainda estivesse vivo. Ele não foi somente o nome mais famoso da história do reggae e um dos artistas mais politizados e contestadores da música. Bob foi sobretudo o maior artista do terceiro mundo na música pop, nem Tom Jobim nem Rhianna nem Michel Teló ou qualquer outro artista que não nasceu no “primeiro mundo” chegou tão longe em popularidade na industria musical. Bob Marley conseguiu conquistar o mundo com muito carisma, presença de palco, letras as vezes políticas as vezes poéticas mas sempre diretas com mensagens e imagens de grande impacto e fácil assimilação e acima de tudo melodias lindas. Tudo isso embalado pelo (então recente) ritmo do reggae que misturava o rock e soul americano com as batidas afrocaribenhas da america central criando algo inavador e tendo Bob Marley como seu maior ícone e porta voz.

No final dos anos 90 li uma reportagem sobre uma pesquisa onde eles afirmavam que havia somente 3 rostos negros que eram conhecidos no mundo todo: Pelé, Martin Luther King e Bob Marley. Talvez se a pesquisa fosse feita hoje em dia, Barack Obama e mais uma meia dúzia de rappers entrassem nessa lista. Mas eu tenho certeza que Bob Marley continuaria entre os 3 primeiros.